Inflação na construção civil sobe 1,21% em abril

Acumulado dos últimos 12 meses é de 15%

A inflação da construção civil subiu 1,21% em abril, em comparação à taxa de 0,99% de março, e foi a maior desde agosto do ano passado.

De acordo com os dados do Sinapi, o Índice Nacional da Construção Civil, divulgado nesta quarta-feira (11) pelo IBGE, a alta foi influenciada pelos preços dos materiais, que vinham apresentando variações abaixo de 1% e voltaram a subir em abril. A taxa ficou em 1,86%, a maior também desde agosto de 2021.

Mesmo assim, o acumulado nos últimos doze meses ficou em 15%, abaixo dos 15,75% registrados nos doze meses imediatamente anteriores.

O gerente do Sinapi, Augusto de Oliveira, destacou que o aço foi o item que mais subiu no mês passado, após meses de estabilidade.

Já a parcela da mão de obra recuou para 0,24% em abril, na comparação com março, quando a taxa ficou em 1,75%. A explicação do IBGE é que, no mês, apenas os estados da Paraíba e Rio Grande do Norte reajustaram os salários dos trabalhadores do setor.

Com o resultado do Sinapi, em abril, o custo nacional da construção, por metro quadrado, foi de R$ 1.567,76. Em março, fechou em R$ 1.549,07.

As estatísticas do indicador são usadas na elaboração, análise e avaliação de orçamentos e nas despesas dos contratos de obras públicas e privadas.

Fonte: Agência Brasil – Inflação na construção civil sobe 1,21% em abril | Radioagência Nacional (ebc.com.br)