Corporate Habitação

Construção Civil: Boas perspectivas para o setor

Autor: Sérgio Cançado, diretor de Crédito e Relacionamento Institucional da ADN Construtora e Incorporadora

O setor da construção civil se mostrou extremamente resiliente durante o período da pandemia: registrou aumento no número de lançamentos, vendas e geração de empregos. Segundo levantamento feito pela CBIC, no 2º trimestre de 2021, houve um aumento de 114,6% no número de lançamentos e de 60,7% no total de vendas, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Desempenho este que representou um crescimento de 2,7% do setor, em contraste com a queda de -0,1% da economia nacional.

O Programa Casa Verde Amarela também registrou aumento nos lançamentos, com 83,8%, e nas vendas, com 40,7%. Outro indicador positivo foi a redução nos estoques em relação ao ano passado em cada período.

Com esse crescimento, o setor da construção civil se destacou na geração de empregos em nível nacional, com alta de 15,15% em relação ao observado em igual mês do ano anterior. São milhões de trabalhadores com carteira assinada que contribuem para o aquecimento da economia. Nesse sentido, o setor da construção civil assume posição de destaque na recuperação pós-pandemia.

A atuação da Caixa Econômica Federal foi imprescindível para o crescimento do mercado, tanto com as linhas de créditos, para que as empresas pudessem continuar lançando empreendimentos, quanto para que os clientes comprassem os imóveis.

A ADN Construtora e Incorporadora seguiu a tendência do setor, com crescimento em lançamentos em relação ao ano passado de 25%. Para esse ano, a previsão é de cerca de R$ 450 milhões em VGV. Há previsão de 45% de aumento nos percentuais de vendas para este ano, em comparação ao ano anterior.

O aumento nas vendas reflete a expansão geográfica da construtora, com atuação em 24 cidades do estado de São Paulo, além de dois escritórios de novos negócios. Com apenas 10 anos de atuação, a ADN foi classificada como a 36ª maior construtora do Brasil pelo Ranking INTEC, e as perspectivas para 2022 são bastante positivas, com previsão de lançamentos e o respaldo de um mercado em recuperação.

Atualmente, a empresa atua tanto no segmento de renda atendido pelo Programa Casa Verde e Amarela, quanto no econômico com faixa de renda acima do programa, com três linhas de produtos, UP!, Premium e Class. A previsão para os próximos meses é de diversificação, inclusive, com a volta dos empreendimentos de casas.